MENU
Solicitar Orçamento
O que você procura?
Estoque de Segurança: Qual a Importância e Como Calcular?

Estoque de Segurança: Qual a Importância e Como Calcular?

Gestão

Se você é um empreendedor ou gestor de negócios, certamente já ouviu falar sobre o estoque de segurança. Mas afinal, o que é estoque de segurança e por que ele é tão importante para o sucesso de uma empresa?

Neste artigo, vamos explorar o significado desse conceito, discutir suas vantagens e fornecer uma fórmula prática para calcular o estoque de segurança. Além disso, vamos abordar a importância de utilizar um sistema confiável para gerenciar esse processo de forma eficiente.

Com nosso sistema especializado, tenha controle sobre a movimentação de produtos, desde a entrada até a saída.

O que é estoque de segurança?

O estoque de segurança, também conhecido como estoque mínimo ou estoque de reserva, refere-se à quantidade adicional de produtos ou materiais que uma empresa mantém em estoque para evitar possíveis problemas de escassez.

Em outras palavras, é uma quantidade extra que vai além da demanda média prevista, criada para lidar com incertezas e flutuações imprevistas na demanda ou no suprimento.

Por que usar o estoque de segurança?

A principal razão para utilizar o estoque de segurança é a imprevisibilidade do mercado. Fatores como sazonalidade, mudanças repentinas na demanda, atrasos na entrega de fornecedores ou mesmo falhas no processo de produção podem levar a uma falta de produtos essenciais.

O estoque de segurança age como um amortecedor, garantindo que a empresa tenha disponibilidade de produtos mesmo em situações inesperadas.

Quais são as vantagens do estoque de segurança?

Há diversas vantagens em manter um estoque de segurança adequado. A primeira delas é a capacidade de atender à demanda do mercado mesmo durante períodos de alta procura ou escassez de suprimentos. Isso ajuda a manter a satisfação dos clientes e a preservar a reputação da empresa.

Além disso, o estoque de segurança oferece proteção contra flutuações de preços. Se houver uma interrupção no fornecimento ou uma demanda imprevista, a empresa não precisará comprar produtos a preços exorbitantes para suprir as necessidades imediatas. Em vez disso, poderá utilizar o estoque de segurança até que a situação se normalize.

Como calcular o estoque de segurança: Fórmula Prática

Calcular o estoque de segurança é essencial para garantir que a quantidade mantida seja suficiente para lidar com as incertezas do mercado.

Embora existam diferentes métodos de cálculo, uma fórmula prática amplamente utilizada é:

ES = MV x T

ES: estoque de segurança

MV: média de vendas diárias

T: tempo de entrega do produto, também conhecido como "lead time"

Exemplo

Vamos supor que você é um empreendedor que vende balas e sua média de vendas diárias é de 100 unidades. O fornecedor leva 2 dias para entregar um novo pedido. Com base nesses dados, o cálculo do estoque de segurança seria:

ES = 100 x 2 → ES = 200 unidades

No exemplo acima, para garantir a continuidade das vendas, seria necessário manter um estoque de segurança de 200 unidades de balas.

É importante ressaltar que essa fórmula é apenas uma diretriz geral e que o cálculo do estoque de segurança pode variar de acordo com a necessidade e as características específicas de cada produto.

Sendo assim, se você trabalha com alimentos perecíveis, deve considerar o tempo de validade ao calcular o estoque mínimo.

Para realizar o cálculo de forma mais precisa, é necessário ter em mãos algumas informações importantes:

Demanda do produto: Identifique se a demanda do produto é constante ao longo do tempo ou se varia em determinados períodos. Essa informação é essencial para definir o estoque de segurança, que precisará ser maior durante os períodos de pico de demanda.

Tempo de entrega (lead time) do produto: Verifique o tempo médio que os fornecedores levam para entregar um novo pedido. Essa informação é crucial para determinar por quantos dias sua empresa precisa se precaver com o estoque de segurança.

Nível de serviço desejado: Avalie quais produtos têm uma saída maior e reserve um estoque de segurança proporcional a esses itens. Dessa forma, você garante que os produtos de maior demanda estejam sempre disponíveis para os clientes, evitando insatisfação e perda de vendas.

Lembre-se de que o estoque de segurança é uma estimativa e pode precisar ser ajustado conforme as mudanças no mercado e no desempenho passado. Monitore regularmente seus indicadores de venda, tempo de entrega e feedback dos clientes para manter um estoque de segurança adequado às necessidades do seu negócio.

Dicas para otimizar seu estoque

Otimizar o estoque é fundamental para garantir a eficiência operacional e financeira de uma empresa. Aqui estão algumas dicas que podem ajudar você:

  •         Faça previsão de demandas

Estude os padrões de demanda dos seus produtos, identificando quais têm maior saída e em quais períodos ocorrem picos ou variações. Isso permitirá ajustar os níveis de estoque de acordo com a demanda real, evitando excessos ou escassez.

  •         Conte com um sistema de gestão de estoque

Utilize um sistema de gestão de estoque, como um ERP, para controlar, monitorar e planejar suas operações de estoque. Isso permite automatizar processos, rastrear itens, gerenciar pedidos e manter um controle mais preciso dos níveis de estoque.

  •         Estabeleça parcerias com fornecedores confiáveis

Trabalhe com fornecedores confiáveis e estabeleça parcerias duradouras. Isso pode reduzir o tempo de entrega e aumentar a disponibilidade dos produtos, permitindo reduzir os níveis de estoque de segurança.

  •         Negocie prazos

Busque acordos com fornecedores que ofereçam prazos de pagamento flexíveis e aceitem devoluções de produtos não vendidos. Isso permite reduzir o risco de estoque obsoleto e melhora o fluxo de caixa.

Utilize um sistema para calcular o estoque de segurança

Para facilitar o cálculo e o gerenciamento do estoque de segurança, é altamente recomendável utilizar um sistema confiável e completo, como um ERP (Enterprise Resource Planning).

Um ERP oferece recursos avançados de controle de estoque, permitindo que a empresa acompanhe as informações de demanda, identifique padrões sazonais, calcule o desvio padrão e automatize o processo de cálculo do estoque de segurança.

Além disso, um ERP possibilita uma visão mais abrangente do estoque total da empresa, facilitando a identificação de produtos que estão em níveis críticos e agilizando o processo de reabastecimento.

Clique aqui e solicite uma demonstração do sistema ERP da Aethos Sistemas.

Conclusão

O estoque de segurança desempenha um papel crucial na gestão eficiente do estoque de uma empresa. Ao garantir a disponibilidade de produtos mesmo em situações imprevistas, ele contribui para a satisfação dos clientes, a proteção contra flutuações de preços e a manutenção da reputação da empresa.

Utilizando uma fórmula prática e um sistema ERP, é possível calcular e gerenciar o estoque de segurança de forma mais precisa e eficiente, garantindo a continuidade das operações comerciais e o sucesso do negócio.

Voltar
O que você procura?
Relacionados
  • Modelo de DRE: Guia Com Exemplos e Modelo Gratuito

    Modelo de DRE: Guia Com Exemplos e Modelo Gratuito

    Gestão

    A Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) é um resumo de todas as operações financeiras de uma [...]

    LER MAIS
  • Backoffice: Saiba o Que é e Qual a Importância para Sua Empresa

    Backoffice: Saiba o Que é e Qual a Importância para Sua Empresa

    Gestão

    O número de lojas virtuais existentes no ambiente digital aumentou consideravelmente nos últimos anos. Por [...]

    LER MAIS
  • Sistema ERP: Qual a Melhor Solução Para Você E Como Contratar

    Sistema ERP: Qual a Melhor Solução Para Você E Como Contratar

    Gestão

    O que é ERP? Responda essa todas as suas dúvidas sobre o sistema em nosso artigo completo. Saiba qual [...]

    LER MAIS